superando limitações no canto

“Cantar… devaneio ou realidade”

“Cantar… devaneio ou realidade”

3 minutos O sonho de cantar acompanha muita gente que normalmente trilha profissões muito diferentes da música. É a constatação da velha frase: “De cantor e louco todo mundo tem um pouco…”  Comecei a cantar muito jovem. Aos 11 anos de idade já cantava profissionalmente e curiosamente este nunca foi o meu sonho. (conheça um pouco mais sobre a minha história lendo o post: “Quem sou”). Naquela época era tudo muito intuitivo, eu nem sonhava com a possibilidade de buscar algum aprimoramento através de Continue lendo

Voz e expressão: comunicando nossos sentimentos

Voz e expressão: comunicando nossos sentimentos

4 minutos A voz humana é indiscutivelmente um dos principais instrumentos de expressão social e artístico. É através dela que comunicamos nossos pensamentos, idéias e convicções. Ela é única, exclusiva como a impressão digital do indivíduo e muitas vezes, pode revelar aspectos de sua personalidade e de seu estado emocional antes mesmo que qualquer palavra a ser dita. Para dar inicio a esse tema tão complexo, vou considerar dois aspectos da relação “Voz x Emoção”, que a meu ver estão intrinsecamente ligados: “A emoção que Continue lendo

Manutenção e Aquecimento Vocal

Manutenção e Aquecimento Vocal

4 minutos Qual a necessidade de se manter uma rotina de manutenção e de aquecimento vocal?   Podemos comparar o cantor a um atleta que precisa cuidar diariamente do seu condicionamento físico. Dessa forma é importante pensarmos exatamente como um atleta procurando ter disciplina e constância em nossa prática tendo alguns cuidados como: 1- Realizar o alongamento da musculatura extrínseca e intrínseca da laringe antes do uso intenso da voz; 2- Ter o cuidado com a execução do exercício. Faze-lo sempre com consciência estando Continue lendo

Afinação vocal: preciosismo ou necessidade?

Afinação vocal: preciosismo ou necessidade?

8 minutos   Gostaria de retomar um assunto que já discuti aqui no blog: “O quanto a afinação vocal impecável é algo realmente imprescindível ao cantor”. Esse assunto gera tanto incomodo entre os cantores que ninguém suporta a possibilidade de “dar algumas notas na trave” de vez em quando. E se alguém que não canta ousar em dizer que a pessoa desafina, será um tremendo insulto: “Como uma pessoa que não canta pode dizer que desafinei?” Muitas vezes vemos nossos ídolos cantando notas não Continue lendo

Muda Vocal: adolescência sem culpa

Muda Vocal: adolescência sem culpa

7 minutos   O processo de muda vocal é um assunto bastante discutido, com bibliografia extensa, por se tratar de algo extremamente natural ao desenvolvimento e amadurecimento do corpo. Ocorre durante a puberdade e pode ser observado em ambos os sexos, porém de forma mais acentuada nos meninos, que podem agravar a voz em até uma oitava, enquanto nas meninas em torno de 3 a 4 semitons. Conforme Behlau e Pontes (1993), na muda vocal o aparelho fonador sofre um amadurecimento constante, mas não Continue lendo

Registros vocais: Voz de peito? Voz de cabeça?

Registros vocais: Voz de peito? Voz de cabeça?

10 minutos Seria cômico se não fosse triste pensar o quanto se compartilham informações equivocadas nos nossos dias com toda a facilidade que a internet oferece. Toda vez que vejo alguém explicando a respeito de registros vocais e relacionando-os diretamente a regiões de ressonância, como a famosa frase: “Na voz de peito o som ressoa mais na cavidade torácica e na voz de cabeça o som ressoa na cabeça…”. No primeiro caso fico imaginando que em seguida farão a venda de próteses mamárias para Continue lendo

Quero cantar mas não gosto da minha voz…

Quero cantar mas não gosto da minha voz…

5 minutos “Quero cantar mas não gosto da minha voz… ” Esse é o comentário que mais ouço de alunos que me procuram para fazer aula de canto. Outras vezes eles me indagam: “será que eu tenho futuro?” Sempre questiono meus alunos sobre suas verdadeiras pretensões com o estudo do canto. Penso que toda voz é aprimorável e como já disse aqui outras vezes, no canto popular acredito que não necessariamente apenas ter atributos como uma “grande ou bela voz” fazem um “bom” cantor. Continue lendo

Interferência do Refluxo Gastroesofágico na voz

Interferência do Refluxo Gastroesofágico na voz

4 minutos Para falar sobre refluxo gastro-esofágico considero relevante conhecer um pouco mais sobre o processo digestório. O esôfago é um tubo muscular que tem como principal função levar o alimento da boca até o estômago. Possui esfíncteres musculares que estão nas duas extremidades do tubo esofágico. Esfíncter superior e esfíncter inferior. O esfíncter superior fica na parte posterior da garganta, logo atrás da laringe, em particular atrás da cartilagem cricóide. O processo de deglutição ocorre em três estágios: Fase oral a única que Continue lendo

Exercícios vocais isométricos, isotônicos, isocinéticos

Exercícios vocais isométricos, isotônicos, isocinéticos

5 minutos   Seriam os chamados exercícios: “isométricos”, “isotônicos” e “isocinéticos”. Para ficar mais claro sobre a função e definição de cada um deles, coloco aqui a descrição que encontrei na literatura. “Os exercícios isométricos são definidos como resistência sem movimento, desenvolvendo-se tensão muscular, contudo o músculo não encurta nem alonga, i.e., ocorre contração muscular estática, sem movimento.” Os exercícios isométricos têm sido considerados grandes aliados para o desenvolvimento e do fortalecimento de toda a musculatura corporal. No canto tratam-se de emissões com sustentação Continue lendo

Expressão corporal e postura de palco do cantor

Expressão corporal e postura de palco do cantor

2 minutos A POSTURA DE PALCO DO CANTOR Aqui neste post dou algumas sugestões para se trabalhar a expressão corporal e a desenvoltura no palco, tão importantes para a interpretação de uma canção: ♦Evite fechar os olhos o tempo todo durante a música enquanto canta. Olhe na direção da plateia, acima da cabeça das pessoas. Ou se for confortável para você, dirija o texto para algumas, como se dissesse à elas pessoalmente aquelas palavras. ♦Procure também não olhar para baixo, prefira olhar sempre para Continue lendo

Voz: Minha visão pessoal e técnica

Voz: Minha visão pessoal e técnica

2 minutos   Visão Pessoal Posso dizer que nesses vários anos como cantora e professora de canto, me deparei muitas vezes com sentimentos de insegurança, sejam em mim ou em meus alunos. Sentimentos que estão diretamente associados a valores e crenças limitantes que trazemos desde a infância, como: “não sou bom o bastante para fazer isso”; “não estou preparado o suficiente”; “por mais que eu tente nunca vou conseguir”, “não nasci com o dom”, entre tantas outras crenças. Aproveitando esse gancho sugiro uma reflexão: Continue lendo

Mecanismo do manejo respiratório: Escolas nacionais de canto

Mecanismo do manejo respiratório: Escolas nacionais de canto

2 minutos Boa parte do que se encontra a respeito das Escolas Nacionais de Canto, faz citação do estudo realizado por Richard Miller em sua publicação English, French, German and Italian: Techniques Of Singing. Fiz abaixo uma pequena resenha do que encontrei sobre três das principais escolas estudadas por ele: Escola Italiana, Escola Alemã e Escola Francesa. ESCOLA ITALIANA A Escola Italiana possui grande uniformidade em relação ao manejo da respiração. O “Appogio” (apoio) pode ser definido como uma combinação de respiração esterno-intercostal diafragmática-epigástrica. A Continue lendo

Respiração Costo Diafragmática Abdominal

Respiração Costo Diafragmática Abdominal

2 minutos Em minha prática como cantora e professora tenho como base respiratória os princípios da Escola Italiana, que basicamente preconiza abertura de costelas, a anteriorização do Externo, e o apoio.   Este tipo respiratório é considerada por muitos estudiosos da área como o mais fisiológico e eficiente para as diversas demandas do canto. O que observo em alguns alunos é a dificuldade num primeiro momento, em realizar a abertura das costelas e devida “anteriorização” do esterno, sem a elevação concomitante do tronco, o Continue lendo