Interpretação da canção: Valorizando texto e melodia

Tempo de leitura: 2 minutos

Tenho convicção de que existem algumas práticas que podem deixar a interpretação da canção algo mais natural,

Aproximar o texto cantado à fala dando a ele maior fluidez, como fazemos ao falar alguma coisa espontaneamente, podem ajudar na expressão do cantor.

 

Sugiro aqui algumas técnicas que utilizo na minha prática para melhorar a desenvoltura e a performance da canção:

ana-cascardo-po-rogerio-viana

♦Leia o texto e procure entender sobre o que ele diz. Ele conta a história de alguém? Sobre alguma coisa? Ele te coloca como personagem que sofre ou se favorece com alguma coisa? Você está dizendo algo para alguém em específico, para várias pessoas ou para você mesmo?

♦Tente identificar o sentimento que o texto traz e procure pensar como seria sua voz falada expressando aquele assunto. Jamais sorria ao cantar um texto triste ou sério, ou faça “cara de nada” num texto alegre. Tudo deve ter uma expressão bem natural e que corresponda ao que você está dizendo.

♦Frases muito ligadas entre si (em legato), também deixam o texto pouco evidente. Procure respirar entre as frases, procurando enfatizar o sentido de cada uma delas.

♦mas também cuide para não cortar a frase muitas vezes, dissecando-a, isso também não funciona. Exemplo: Todos acham… (pausa respiração) que eu… (pausa respiração) falo demais! E que ando… (pausa respiração) bebendo… (pausa respiração) demais! (Demais de Tom Jobim/Aloysio de Oliveira).

♦Observe as respirações entre as silabas. NUNCA CORTE A PALAVRA para respirar! Já ouvi muitas vezes: “… a esperança equilibrista, sabe que o show de todo artista, tem que conti… (pausa respiração) … nuar” (O Bêbado E O Equilibrista de João Bosco). Marque exatamente onde precisa respirar e observe se aquela pausa respiratória dá ou não sentido à frase.

♦Evite alongar demais todas as sílabas no final  das palavras na frase. Por exemplo: “Quando vocêeeeeee, me ouviiiirrrr cantaaaaaarrrrr…” (Como Dois e Dois de Roberto Carlos). Faça em apenas uma ou outra palavra, nunca em todas!

Cante a música como se estivesse falando, contando uma história. E claro a melodia também é muito importante, não jogue fora as notas, cante cada uma delas com precisão. Muitas vezes ela própria ajudará a enfatizar naturalmente o texto.

Veja também:

http://vozteoriaepratica.com.br/expressao-corporal-e-a-postura-de-palco-do-cantor/

Comentários

Comentários