Voz e expressão: comunicando nossos sentimentos

Tempo de leitura: 4 minutos

voz-e-expressao

A voz humana é indiscutivelmente um dos principais instrumentos de expressão social e artístico. É através dela que comunicamos nossos pensamentos, idéias e convicções.

Ela é única, exclusiva como a impressão digital do indivíduo e muitas vezes, pode revelar aspectos de sua personalidade e de seu estado emocional antes mesmo que qualquer palavra a ser dita.

10521090_909068682455434_6555745981103993443_o

Para dar inicio a esse tema tão complexo, vou considerar dois aspectos da relação “Voz x Emoção”, que a meu ver estão intrinsecamente ligados:

“A emoção que se anseia transmitir a partir da expressão cantada, e a emoção daninha que surge antes do momento do canto e que tem efeito negativo e limitante sobre o corpo e a voz.”.

QUEM REALMENTE ESTÁ NO COMANDO?

A meu ver tratando-se da busca pela melhor interpretação, independentemente dos fatores técnicos e fisiológicos envolvidos, a boa performance de um cantor, está sujeita ao adequado controle de suas emoções mais profundas, medos e bloqueios, muitas vezes associados diretamente à sua auto estima e auto imagem.

Pedro Bloch, foniatra e escritor, menciona em várias de suas publicações, a grande necessidade de conhecer a si mesmo, antes de conhecer a própria voz. Segundo ele:

“A busca da voz verdadeira, seria ao mesmo tempo, correção vocal e do sentir. E o autor ainda afirma que toda pessoa que deseja aperfeiçoar-se vocalmente deve gostar de sua própria voz, sendo necessário para isso antes de tudo, gostar de si mesmo.”

sing-1322180_1280

Em minha prática como professora de canto, constato que a busca pelo aprimoramento vocal do cantor usualmente se dá por efeito da insatisfação ou desconforto gerado pela voz sem treino.

Apesar disso, muitas vezes o próprio aluno cria resistências ao processo de aprendizagem, pela falta de autopercepção e autoconhecimento.

Pensando na premissa de que “quem canta sempre deseja comunicar algo”, achei interessante mencionar o Artigo: Medo? Medo De Que”, de Eunice Mendes que afirma: o medo é uma das três grandes barreiras da comunicação eficaz, ao lado da mágoa e da autopercepção negativa (boicotar a si mesmo achando que “não pode”, “não é capaz”, “não merece”).  E o artigo ainda afirma:

O medo é o maior responsável pelo aprisionamento de quem quer se comunicar. Molda também uma autoestima e autoimagem extremamente negativas. 

eyes-730745_1920

Ele alimenta na pessoa a sensação de que ela não tem competência para criar a própria história, impedindo-a de ousar, de transpor barreiras e de aproveitar as oportunidades que se apresentam. Quando sentimos medo, os desafios se transformam em ameaças capazes de imobilizar o nosso talento e a nossa carreira. E completa:

Coragem é o medo bem administrado… Ninguém está livre da adversidade, mas ela pode ser utilizada a nosso favor através da auto superação, que por sua vez está relacionada à autoimagem e à autoestima.

twin-553243_1920

Se ambas forem saudáveis, fornecerão um número maior de ferramentas para  superar o medo com mais eficácia.

Elis Regina que sempre foi uma das minhas principais referências como cantora, a meu ver não tinha medo em se “desnudar emocionalmente” quando interpretava suas canções. Sorria, chorava de forma tão intensa e verdadeira que ainda hoje me emociono ao ouvi-la!

Vejam como uma grande interpretação pode eternizar uma canção. Elis regina tinha esse dom. Alguns compositores ficavam receosos de gravar suas próprias canções após Elis as ter interpretado, tão forte era a marca de seu registro. Gilberto Gil, após vê-la cantando “Se eu quiser falar com Deus” em um show, se perguntou: “Como é que eu vou cantar essa música agora?”  (Extraído da matéria: “Elis 70 anos: conheça 17 curiosidades sobre a cantora” da EBC/Cultura).

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Bloch P. Divulgando Problemas de Voz e Fala. Rio de Janeiro: Revinter, 2003.

Bloch P. Falar Bem Com Boa Voz. Rio de Janeiro: Bloch, 1984.

Kyrillos L.R Expressividade. Da Teoria à Prática. Rio de Janeiro: Revinter, 2005.

Artigo “Medo? Medo De Que? de Eunice Mendes. http://www.eunicemendes.com.br/aprenda-comunicacao/artigos/medo-medo-de-que/

EBC/ Cultura – http://www.ebc.com.br/cultura/2015/03/elis-regina-70-anos

Veja também:

http://vozteoriaepratica.com.br/voz-e-emocao-minha-visao-e-tecnica/

Comentários

Comentários